Redes

Dicas de Saúde

  • Higiene bucal em crianças +

    A partir de dois anos as crianças geralmente demonstram interesse por escovar os dentes sozinhas. É importante que os pais incentivem esse hábito e que façam o acompanhamento adequado até que a criança possa efetivamente realizar a escovação sozinha.

    A visita ao dentista deve começar cedo, assim o odontopediatra pode acompanhar o desenvolvimento dos dentes e orientar os pais sobre a maneira correta de realizar a higiene bucal;

    A escova dental deve ser trocada com freqüência, já que as crianças costumam “mastigar” a escova, reduzindo seu tempo de duração. Os dentistas sugerem a troca a cada três meses, tempo que as cerdas levam para perderem o alinhamento, diminuindo sua eficácia;

    O fio dental é fundamental para que a higiene bucal seja completa e já pode ser usado a partir do nascimento dos molares decíduos (dentes de leite);

    Até quatro anos de idade é recomendado o uso de um creme dental sem flúor. Crianças nesta faixa etária costumam engolir uma grande parte do produto usado durante a escovação, e assim, correm o risco de desenvolver um quadro de Fluorose.

    A partir de quatro anos de idade é recomendável que as crianças comecem a utilizar um creme dental com flúor, desde que este apresente uma dosagem segura, uma vez que sempre há risco de ingestão.

    Como realizar a higene bucal?

    • Com uma escova de cerdas macias e um gel dental sem flúor, escove suavemente toda a superfície dos dentes;
    • Dê bastante atenção à parte interna dos dentes, onde é mais difícil remover a placa bacteriana;
    • Realize a higiene oral sempre após as refeições e antes de dormir.

     



  • Cuidados com a pele do idoso +

    dica-interna-imagemO envelhecimento é um processo natural e inevitável para todos.

    Durante esse processo, a pele sofre algumas alterações tornando-se fina, menos hidratada e com elasticidade reduzida.

    Por esses motivos, a pele do idoso torna-se sensível, necessitando decuidados especiais.

    Um dos fatores que contribuem para essas alterações é a radiação solar, que atua na pele causando desde queimaduras até o foto envelhecimento e aparecimento dos cânceres de pele. Assim é aconselhável que o idoso restrinja sua exposição ao sol e quando o fizer, esteja utilizando filtro solar para minimizar esses efeitos nocivos.

    Outro cuidado importante é a manutenção da hidratação da pele. Especialistas desaconselham banhos quentes e uso de sabonetes que retiram a gordura natural da pele, contribuindo ainda mais para sua desidratação.

    O uso diário de loções hidratantes é recomendado para a manutenção de uma pele saudável. Uma loção hidratante a base de ácidos graxos essenciais e vitaminas A e E, como o Saniskin, proporciona uma hidratação ampla, e restaura o equilíbrio hidrolipídico da pele. 
  • O que são probióticos ? +

    De acordo com definição da Organização Mundial da Saúde (OMS) de 2002 os probióticos são : "Micro-organismos vivos que, quando administrados em quantidades adequadas, conferem benefícios à saúde do hospedeiro”. 
    Podem ser incluídos na preparação de uma ampla gama de produtos, incluindo alimentos, medicamentos, e suplementos dietéticos. As espécies de Lactobacillus Bifidobacterium são as mais comumente usadas como probióticos e das mais estudadas e com o maior número de publicações científicas do mundo.

    Os probióticos estão naturalmente presentes no organismo, no nosso intestino, e auxiliam no funcionamento normal do mesmo, fazendo parte da chamada flora intestinal.

    Esta flora intestinal é constantemente eliminada nas evacuações e de forma muito aumentada em casos de diarreia ou utilização de antibióticos, sendo necessária a sua reposição para reestabelecer o seu  equilíbrio. .

    Para que servem ?

    Principalmente os Probióticos são utilizados para o bom funcionamento do sistema digestório.
    Existem diversos estudos que documentam os efeitos benéficos dos probióticos em uma série de transtornos gastrointestinais e extraintestinais : diarreia (incluindo a causada por antibióticos), doenças inflamatórias do intestino ,  síndrome do intestino irritável ,  infecções vaginais, e diversas alergias.

    Para serem eficazes devem ser administrados na concentração mínima deve ser da ordem de um bilhão de micro-organismos por dose (1x 109).
  • DIARREIA +

    O que é ?  Sintomas e duração.

    É a mudança do hábito intestinal que implica em: Aumento do peso das fezes,  Aumento da parte líquida das fezes,  Aumento da frequência das evacuações
    Ocorre quando há aumento de  liquido no intestino por qualquer mecanismo que aumente a secreção e/ou diminua a reabsorção de água.
    A diarreia é uma das formas que o organismo tem para eliminar toxinas estranhas, bactérias ou outros elementos que podem causar mal estar ao intestino, sendo um mecanismo de proteção natural.
    A diarreia pode vir acompanhada de cólica, dor abdominal, sensação de estômago cheio, náusea ou necessidade urgente de ir ao banheiro. Dependendo da causa, a pessoa pode ter febre ou sangue nas fezes.
    A maioria das diarreias tem duração limitada a algumas horas ou poucos dias (diarreia aguda), mas algumas podem durar semanas ou meses, ou ainda, reaparecer de forma regular (diarreias crônicas).

    Causas da diarreia

    A diarreia pode ser ocasionada por diversas causas, tais como : infecções por vírus, bactérias ou parasitas; alergia ou intoxicação alimentar; reação ao uso de alguns medicamentos como antibióticos ou antirretrovirais ; doença inflamatória intestinal, alergia à lactose.

    Que problemas pode acarretar a diarreia?

    O principal perigo da diarreia, principalmente para os bebês, crianças e idosos, é a desidratação devido à perda de grande quantidade de água e sais minerais.

    Como prevenir?

    Algumas medidas são importantes na prevenção da diarreia, principalmente na população de risco :
    - Beber líquidos em abundância, sempre água potável e filtrada, se necessário fervendo-a antes do consumo
    - Utilizar água filtrada para preparar os alimentos
    - Lavar e desinfetar todos os utensílios e superfícies que tenham contato com alimentos
    - Lavar bem as mãos antes de preparar e consumir alimentos
    - Higienizar bem os alimentos crus antes do consumo
    - Alimentos cozidos : prepará-los imediatamente antes do consumo e mantê-los quentes.
  • 1